Header Ads

"TELESCÓPIO DE GRAVIDADE" PODE AMPLIAR EXOPLANETAS EM 1.000 VEZES


 Um novo tipo teórico de telescópio poderia tornar possível obter vistas de perto de mundos extra-solares.

Até o momento, os astrônomos identificaram mais de 5.000 planetas orbitando estrelas distantes, mas na verdade sabemos muito pouco sobre eles porque estão muito longe para serem observados de perto.

Agora, porém, os pesquisadores apresentaram uma ideia para um novo tipo de telescópio que poderia resolver esse problema usando a gravidade do Sol para ampliar objetos localizados em outros sistemas solares.

O método, conhecido como lente gravitacional, já é usado pelos astrônomos para estudar galáxias muito distantes, mas a possibilidade de usá-lo para observar planetas só foi investigada há relativamente pouco tempo.

Para funcionar, o novo telescópio precisaria se posicionar de forma que ficasse alinhado com o Sol situado precisamente entre ele e o planeta que deseja ver.

Se tudo for feito corretamente, a imagem resultante seria ampliada em cerca de 1.000 vezes, permitindo visões de planetas distantes tão claras quanto as que temos atualmente de Marte e Júpiter.

"Queremos tirar fotos de planetas que orbitam outras estrelas que sejam tão boas quanto as fotos que podemos fazer de planetas em nosso próprio sistema solar", disse o professor Bruce Macintosh.

"Com esta tecnologia, esperamos tirar uma foto de um planeta a 100 anos-luz de distância que tenha o mesmo impacto que a foto da Terra feita pela Apollo 8."

Há um problema, no entanto - a tecnologia necessária para colocar essa ideia em prática atualmente não existe, o que significa que o telescópio gravitacional provavelmente não acontecerá em um futuro próximo.

Em alguns anos, porém,