Header Ads

NASA CONFIRMA QUE ESTAÇÃO INTERNACIONAL VAI FUNCIONAR ATÉ 2030


As atividades da Estação Espacial Internacional (ISS) serão estendidas até 2030, conforme anunciado pelo administrador da NASA, Bill Nelson. A decisão permitirá uma transição gradual do trabalho desenvolvido na ISS para as futuras estações comerciais até o fim da década.

O anúncio foi dado após a administração Biden-Harris firmar o compromisso de prolongar a vida útil da ISS até 2030 — até então, sua aposentadoria estava prevista para entre 2024 e 2028.

A ISS é um farol de colaboração científica internacional e pacífica, disse Nelson, e há mais de 20 anos tem contribuído com pesquisas e estudos científicos inovadores para a humanidade, além de somar nos aspectos educacionais e tecnológicos.

A estação também é fundamental para desenvolver e avançar nas pesquisas e tecnologias que levarão a primeira mulher a primeira pessoa negra para a Lua através do Programa Artemis. Posteriormente, a ideia é levar humanos a Marte.

Presença contínua no espaço

Há mais de 20 anos, a humanidade mantém sua presença contínua na órbita da Terra. Graças à ISS, novas tecnologias são testadas, pesquisas são conduzidas e surgem novas maneiras de explorar destinos cada vez mais distantes no espaço.



Mais de 3.000 investigações científicas, lideradas por mais de 4.200 pesquisadores, já foram conduzidas na estação. Ao longo deste tempo, o desenvolvimento científico, tecnológico e educacional trouxe muitos benefícios a humanidade.

Ainda, a ISS tem instrumentos que, combinados a outras ferramentas na órbita da Terra, ajudam a avaliar a saúde da superfície do planeta, observando a relação entre o carbono com o clima global a longo prazo.

O prolongamento da vida útil da ISS é um dos pontos fundamentais para o plano de transição da estação para unidades orbitais comerciais até o final de 2030 — pelo qual algumas empresas já foram selecionadas pela NASA para apresentarem conceitos de novas estações.