TEMPESTADE SOLAR AJUDA A DATAR O ASSENTAMENTO VIKING NA ÁMERICA DO NORTE


 Novas evidências ajudaram os cientistas a identificar exatamente quando os vikings estavam ativos no continente.

Muitas vezes atribuiu-se a Cristóvão Colombo a descoberta da América - uma façanha pela qual ele fez parte da história - mas, na realidade, o continente já havia sido frequentado várias vezes pelos europeus, muitos séculos antes de o explorador italiano sequer ter nascido.

Entre os primeiros marinheiros a chegar à América do Norte estavam os vikings, que sabidamente construíram um posto de passagem em L'Anse aux Meadows, em Newfoundland, há cerca de 1.000 anos.

Exatamente quando esses primeiros marinheiros escandinavos chegaram e se estabeleceram no continente permaneceu um tópico de debate acalorado entre os arqueólogos, mas agora novas pesquisas foram capazes de identificar quando seu assentamento estava ativo com mais precisão do que nunca e tudo graças a um sistema solar tempestade que atingiu a Terra em 993 DC

Para restringir a data, a arqueóloga Margot Kuitems da Universidade de Groningen e o especialista em datação por rádio carbono Michael Dee analisaram amostras de madeira que foram coletadas dentro e ao redor de L'Anse aux Meadows na década de 1960.

As amostras foram surpreendentemente bem preservadas, tornando uma análise renovada usando técnicas modernas de datação uma opção viável.

Quando os pesquisadores estudaram as amostras, eles foram capazes de usar a data de um evento conhecido - uma tempestade solar que ocorreu em 993 DC - para localizar exatamente quando as árvores foram derrubadas.

Suas descobertas indicaram que os colonos Viking estavam trabalhando lá no ano 1021 DC

"Sempre soubemos que estávamos certos por volta de 1000, mas 1021 é um grande negócio", disse o arqueólogo Davide Zori. "Isso mostra que as sagas [Viking] estão corretas dentro de uma década. Isso é bastante impressionante".