NASA ESTÁ PLANEJANDO DUAS NOVAS MISSÕES PARA VÊNUS


 Pela primeira vez em mais de 30 anos, a agência espacial se aventurará de volta ao terceiro planeta vindo do sol.

Com temperaturas de superfície superiores a 860 graus e pressões atmosféricas esmagadoras que são mais de 100 vezes as encontradas em nosso próprio planeta, as condições em Vênus são inegavelmente infernais.

Não é de surpreender, portanto, que a exploração deste mundo implacável não tenha sido fácil, com várias das primeiras missões soviéticas de aterrissagem acabando falhando logo após sua chegada.

A NASA já havia enviado várias espaçonaves para Vênus, incluindo o orbital Pioneer de 1978, que implantou um conjunto de sondas menores, uma das quais sobreviveu por cerca de uma hora na superfície.

Agora, a agência espacial está planejando enviar mais duas espaçonaves a Vênus - a primeira em mais de 30 anos (a última sendo o orbitador Megallan que chegou lá em 1990).

O primeiro, denominado Davinci + (Investigação de gases nobres, química e imagens na atmosfera profunda de Vênus), medirá a atmosfera do planeta.

O segundo, denominado Veritas (Emissividade de Vênus, Rádio Ciência, InSAR, Topografia e Espectroscopia), mapeará a superfície do planeta para determinar sua história geológica.

"É espantoso o quão pouco sabemos sobre Vênus, mas os resultados combinados dessas missões nos dirão sobre o planeta desde as nuvens no céu, passando pelos vulcões em sua superfície, até o seu próprio núcleo", disse Tom Wagner da NASA .

Se tudo correr como planejado, as missões serão lançadas em algum momento entre 2028 e 2030.