O HOTEL ESPACIAL PODE ABRIR SUAS PORTAS EM 2027


 Uma empresa com visão de futuro está planejando construir e lançar um hotel espacial giratório com gravidade artificial.

O ambicioso posto avançado orbital, que será conhecido como estação espacial da classe Voyager, tem o potencial de ser não apenas o maior, mas também o mais luxuoso habitat fora do planeta já construído.

A estação consistirá de dois anéis concêntricos, sendo o anel interno usado para atracação e o anel externo fornecendo "montagem para módulos habitáveis, painéis solares, radiadores e um sistema de transporte ferroviário".

Esses módulos também terão vários usos, alguns sendo dedicados a quartos de hóspedes e outros vendidos a agências espaciais e empresas privadas para ciência e pesquisa.

Os módulos para hóspedes serão particularmente opulentos, oferecendo quartos mobiliados, academia, restaurante, bar e outras instalações projetadas para fazer das instalações um lar longe de casa.

A estação inteira irá até mesmo girar para "produzir vários níveis de gravidade artificial, aumentando ou diminuindo a taxa de rotação."

De acordo com a empresa por trás do projeto - Orbital Assembly Corporation (OAC) - o hotel começará a construção em 2025 com uma data de conclusão provisória de 2027.

"A estação será projetada desde o início para acomodar as agências espaciais nacionais que conduzem pesquisas de baixa gravidade e turistas espaciais que desejam experimentar a vida em uma grande estação espacial com o conforto da baixa gravidade e a sensação de um bom hotel ", escreveu a empresa.

Mas quão viável é uma estação espacial tão extravagante em um período de tempo tão curto?

Embora o conceito de um hotel espacial já exista há algum tempo, ninguém ainda o construiu, nem mesmo em pequena escala. Do jeito que as coisas estão, construir e lançar algo como a estação Voyager Class em apenas seis anos certamente parece uma tarefa difícil.