ESBOÇO DE DA VINCI REACENDE DÚVIDAS DE SALVATOR MUNDI


 Um esboço recém-descoberto de Jesus por Leonardo da Vinci pode provar que ele não pintou Salvator Mundi.

Também conhecida como 'Salvador do Mundo', a polêmica pintura, que retrata Cristo voltado para o observador enquanto segura uma esfera em uma das mãos, causou impacto no mundo da arte recentemente quando foi vendida por US $ 450 milhões em um leilão - tornando-a a mais valiosa pintura na história.

Grande parte da razão para o preço extremamente alto foi a crença de que foi pintado pelo próprio Da Vinci, no entanto, a recente descoberta de outra de suas obras lançou algumas dúvidas sobre se o gênio do Renascimento realmente teve algo a ver com a pintura em todos.

A nova descoberta é um desenho de Jesus em giz vermelho que compartilha o mesmo estilo de um dos autorretratos de Da Vinci, mas que não parece corresponder ao estilo da pintura de Salvator Mundi.

"Não sou a única que sempre disse que ... [Salvator Mundi] não foi realmente de Leonardo", disse a acadêmica Annalisa Di Maria, do Centro da UNESCO em Florença.

"[Leonardo] nunca poderia ter retratado um personagem tão frontal e imóvel."

Como as coisas estão, uma decisão final sobre se Da Vinci pintou Salvator Mundi ou não ainda está pendente, porém é mais provável que tenha sido realmente pintado pelo artista Boltraffio que trabalhou em seu estúdio.

O próprio Salvator Mundi foi supostamente comprado pelo príncipe herdeiro saudita Mohammad bin Salman em 2017 e não foi visto desde então, levando muitos a questionarem exatamente o que aconteceu com ele.

Se for descoberto que Da Vinci não o pintou, não valerá nada perto dos US $ 450 milhões que ele pagou por ele.