BASE DA FORÇA AÉREA DOS EUA É PROTEGIDA POR CÃES ROBÓTICOS


 A Base da Força Aérea de Tyndall, na Flórida, está substituindo as patrulhas de guarda humana por um novo tipo de robô de quatro patas.

Situada a 19 km a leste da Cidade do Panamá, a base, que atualmente abriga o 325º Esquadrão das Forças de Segurança, tem trabalhado em conjunto com a Ghost Robotics para implementar um novo tipo de cão robótico que não pareceria deslocado em um filme de ficção científica .

Os caninos semiautônomos serão encarregados de patrulhar e vigiar a base, o que libera o pessoal para que possam se envolver em tarefas mais importantes de treinamento e segurança.

“Estamos muito entusiasmados”, disse o major Jordan Criss. "Somos a primeira unidade dentro do Departamento de Defesa a usar essa tecnologia para operações de patrulhamento de segurança aprimoradas".

"Esses cães robôs serão usados ​​como um multiplicador de força para aumentar a consciência situacional por patrulhar áreas que não são desejáveis ​​para seres humanos e veículos".

"Seremos capazes de conduzi-los por meio de um fone de ouvido de realidade virtual em nosso Centro de Operações de Defesa da Base. Seremos capazes de ver exatamente o que o cão-robô está detectando por meio de sua câmera móvel e plataforma de sensor, se desejarmos, também seremos capazes de emitir comandos verbais para uma pessoa ou pessoas por meio de um rádio ligado aos cães".

"Esses cães serão um par extra de olhos e ouvidos enquanto computam grandes quantidades de dados em locais estratégicos em toda a Base Aérea de Tyndall. Eles serão uma grande melhoria para nossos defensores e permitirão flexibilidade na postagem e resposta de nosso pessoal".

Você pode conferir um vídeo dos cães robôs em ação abaixo.