INÉDITO - TELESCÓPIO ESO FAZ IMAGEM DE BOLHA DE GÁS EM FORMA DE BORBOLETA


O Very Large Telescope (VLT), no Chile, conseguiu captar de maneira inédita a bolha de gás NGC 2899, que se parece com uma borboleta. Com cores fortes, é a primeira vez que o objeto — situado entre  3 mil e 6,5 mil anos-luz de distância da Terra — é visto em alta qualidade.

A NGC 2899 se encontra na constelação de Vela e tem duas estrelas centrais, que seriam as responsáveis pelo seu formato quase simétrico. Segundo o European Southern Observatory (ESO), depois que uma de suas estrelas morreu e eliminou suas camadas externas, a outra estrela passou a ser a provedora de gás, formando os dois lóbulos que se parecem com borboletas. Apenas entre 10% e 20% das nebulosas planetárias apresentam esse formato, de acordo com o ESO, em comunicado.

As faixas de gás da NGC 2899 se estendem até dois anos-luz de seu centro, brilhando intensamente à medida que o gás atinge temperaturas superiores a 10 mil graus. As altas temperaturas são atribuidas à grande quantidade de radiação da estrela-mãe da nebulosa, que faz com que o gás hidrogênio brilhe em uma cor avermelhada e o gás oxigênio, em azul.

A imagem incrível foi criada sob o programa ESO Cosmic Gems, uma iniciativa de divulgação para produzir imagens de objetos espaciais usando telescópios do ESO, para fins de educação e divulgação pública.