Universo Misterioso

DESCOBERTO PETRÓGLIFO DE MEIO HOMEM E MEIO MANTIS


Uma escultura em pedra única de um 'mantis squatter' com seis membros foi identificada em um local no Irã.

Descoberto no local de arte rupestre de Teymareh, no condado de Khomein, no Irã, o petroglifo, que parece mostrar uma amálgama de um homem e de um louva-a-deus, é bastante diferente de tudo o que se viu antes.

Medindo 14 centímetros de diâmetro, a escultura incomum foi descrita em um novo artigo por um grupo internacional de arqueólogos, incluindo o especialista em arte rupestre Mohammad Naserifard.

Os petróglifos de animais invertebrados são particularmente incomuns e a história por trás deste permanece incerta. Pensa-se que os seis membros representem um inseto, enquanto a cabeça triangular e os olhos grandes parecem os de um mantis - um gênero nativo da região conhecida como Empusa.

A figura também possui membros médios que terminam em loops ou círculos - uma possível referência ao "homem agachado" - uma figura comum de petróglifo representando uma pessoa ladeada por círculos.

Embora seja difícil determinar exatamente a idade da escultura, os especialistas ofereceram uma estimativa entre 4.000 e 40.000 anos atrás.

"O motivo iraniano parece ser uma combinação de 'louva-a-deus' e 'homem agachado (agachado)', por isso é chamado de 'mantis agachado (agachado)", escreveram os pesquisadores.

Postar um comentário

0 Comentários