MISTERIOSO FENÒMENO CRIA NUVENS DE POEIRA EM MARTE DIZ NASA


No ano passado, uma constelação de naves espaciais da NASA teve uma visão detalhada do ciclo de vida da tempestade de poeira global de 2018 que encerrou a missão do jipe-sonda Opportunity. E embora os cientistas ainda estejam intrigados com os dados, dois artigos lançaram recentemente uma nova luz sobre um fenômeno observado dentro da tempestade: torres de poeira ou nuvens concentradas de poeira que se aquecem à luz do Sol e se elevam no ar. Os cientistas pensam que o vapor de água preso ma poeira pode estar servindo como um elevador para o espaço, onde a radiação solar quebra suas moléculas. Isso pode ajudar a explicar como a água de Marte desapareceu ao longo de bilhões de anos.

As torres de poeira são nuvens enormes e agitadas que são mais densas e escalam muito mais alto do que a poeira de fundo normal na fina atmosfera marciana. Embora elas também ocorram em condições normais, as torres parecem se formar em maior número durante as tempestades globais.

Uma torre começa na superfície do planeta como uma área de poeira rapidamente levantada, tão larga quanto o estado de Rhode Island (EUA). Quando uma torre atinge uma altura de 80 quilômetros, como pode ser visto durante a tempestade de poeira global de 2018, ela pode ser tão larga quanto o estado de Nevada. À medida que a torre decai, ela pode formar uma camada de poeira a 56 quilômetros acima da superfície, que pode ser mais larga que os Estados Unidos continentais.


#universomisterioso #space #universe