Pesquisar este blog

Publicidade

quarta-feira, 23 de outubro de 2019

NASA REVELA QUE BURACO NA CAMADA DE OZÔNIO ATINGIU MENOR TAMANHO DESDE 1982


Desde que começou a ser monitorado, em 1982, o buraco na camada de ozônio sobre a Antártida – oficialmente descoberto em 1985 – vem crescendo ano a ano. Quer dizer, não em 2019. Medições do satélite NOAA, da NASA, apontam que a falha atingiu o pico anual no dia 8 de setembro, quando chegou a 16,4 milhões de quilômetros quadrados. Entre setembro e outubro, é comum que o buraco diminua de tamanho – e, este ano, ele chegou a 10 milhões de quilômetros quadrados.

Esses números chamam atenção porque, em outros anos, o pico aconteceu entre o fim de setembro e o começo de outubro, atingindo uma média de 20 milhões de quilômetros quadrados. A notícia é ótima, mas ainda não podemos comemorar. “É importante reconhecer que o que estamos vendo este ano é devido às maiores temperaturas estratosféricas. Não é um sinal de que a camada de ozônio está se recuperando rapidamente”, pondera Paul Newman, cientista-chefe do núcleo de Ciências da Terra do Goddard Space Flight Center, da NASA, em nota.

A camada de ozônio está localizada na estratosfera, que fica entre 11 e 40 quilômetros de altura. A concentração de ozônio nessa altitude funciona como um protetor solar para o planeta, barrando a radiação ultravioleta que prejudica a vida na Terra – seja causando câncer de pele, por exemplo, seja danificando plantas.

#universomisterioso #space #universe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os mais lidos

Categorias

Universo Misterioso Space Universe Science Planeta Terra ciência Ovni Nasa Curiosidade Espaço Ufo Ufologia Universo Buraco Negro Space today Asteroide Galáxia Marte Meteoro Nebulosa Sol cientista mistério natureza EUA Estrelas Hubble Inteligência Artificial Lua Militares Robô Satélite Tubarão Zumbi Índia Alasca Algas Asteroides Australopithecus BOLA DE FOGO Batman Biologia Brasil Capacete Caracól Caverna Chuva Deep Density Dinossauro Dragão Edscottite Elon Musk Energia Entomofobia Escultura Maia Estrela do mar Europa ExtraTerrestre Floresta Foguete Fotografia Frio Fungo Cordyceps Furacão Física Galaxias Galáxia de Andrômeda Geleira Google Groenlândia Grãos de Areia Huskies Siberianos Ilhas malvinas Insetos Interlestar Japão Jon Bower Júpiter Lago Natron Lula Molusco Luzes Misteriosas M64 Mamute Marinha Mecânica Quântica Mediterrâneo Medo Meio Ambiente Meteorito Microscópio NGC 6995 Naves Espaciais Nebulosoa do Golfinho Nêutrons Objeto Misterioso Parkers probe Pentágono Planeta 9 Planeta Gigante Pleidiana Polônia Prasenjeet Yaday Quântica Raio Reino Unido Roswell Rússia Sangue Saturno Serial Killer Simulador de Universo Tanzânia Teoria de Tudo The Isolator Thomas Edison Titanic Tubarões Túmulo Urso Marrom Veado raro Ventos Solares Viajante do Tempo apocalipse apollo aquecimento global arqueólogos astronauta astronautas baratas cHINA clima cometa cometa 20/Bonsov coruja branca câncer ebola esa estrôncio fenômenos anômalos físico fósseis genes genoma livro secreto militar montanha-russa mulheres naufrágio navio nuvens oceano ovnis ozônio peixes pirâmides poluição população brasileira quinta força rosa negra segunda guerra mundial sistema solar soldados sons estranhos urubu-barbudo vida ÓRBITA água